Autor: Vanessa Brandão

Madura como as seriguelas

Ela acordou cedo, olhou pela cortina branca de onde vinha o sol já caloroso, às 7h. Viu a grama verde molhada do orvalho da madrugada. Dormira nua e acordara seca do vinho da noite anterior. Caminhou até a cozinha, abriu a geladeira, pegou água e bebeu na boca da garrafa  quase meio livro de uma vez. Agora sim, bom dia, pensou. O celular estava descarregado, as roupas jogadas pelo quarto, os restos do jantar sobre a mesa, e as lembranças eram boas. Isso tudo, para ela,  parecia ser algo como tocar na porta da liberdade.  

Read More

Sendo brasileira na Itália e outras coisas de mulher 

Não sei o que eles pensam realmente quando sorriem ao ouvir que sou brasileira! É tipo assim: Brasile. Una brasiliana. Che bello, il Brasile è carnevale, calcio e samba! Sim, o comentário mais clichê do mundo é real. Isso aconteceu no supermercado, na cafeteria, no ambiente acadêmico, em síntese, a referência do nosso país é o samba, futebol, carnaval e claro, a mulher brasileira. Ma quanto sono belle le donne brasiliane!

Read More

Não desconstrua!

Eu ia escrever sobre um curso de Comunicação Não Violenta(CNV) que estou fazendo. Mas meu coração dormiu aflito com as notícias vindas do Brasil. Um presidente informando que vai acabar com o financiamento de graduação e pesquisas em duas das principais ciências formadoras de pensamento crítico em qualquer lugar do mundo: sociologia e filosofia. Uma obsessão burra e descabida, um golpe em nossa liberdade, em nosso direito de escolha, o que temos de mais importante em qualquer nação democrática.

Read More

Não abra mão de suas pequenas paixões

Esse post é sobre compartilhar experiência própria no intuito de ajudar outras garotas, que, assim como eu, não querem guerra com ninguém, desde que sejam amadas, durmam bem, possam educar e proteger o rebento, tendo algumas pitadas de felicidade ao longo desse caminho. Sabe, foi preciso mudar de rotina, lugar, comida, língua e sei lá mais o que pra me tocar dos erros e ciladas que a gente comete e se mete. Não se ouvir é a principal delas.

Read More

Tempo para o novo velho amor

Luigi tem quatro anos de pura fofura. Toda mãe diz isso né? Estávamos sentados à mesa almoçando e ele perguntou pela primeira vez: por quê estamos aqui e não voltamos pra Boa Vista? Reinaldo com a boca cheia de comida, engole rápido e responde espontaneamente. Porque o papai estava trabalhando tanto, mais tanto e estava tão estressado que nem tinha tempo de brincar com você, chegava em casa e continuava trabalhando, lembra?

Read More


Vanessa Brandão

Jornalista , mestre em Letras.

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES