Autor: Vanessa Brandão

Mulheridades 2

Esse ano de 2020 deu a todos algo importante para o crescimento espiritual: medo. O medo, tão recriminado nas frases feitas em contextos diversos nos leva a refletir e mudar de rumo em âmbitos diferentes da vida, tal qual árvore em busca do sol. Se você não teve medo de perder alguém que ama, vá buscar ajuda psiquiátrica. E esse medo de perder me guiou no sentido de buscar leituras que eu não tinha sobre caminhos possíveis a seguir, legados intelectuais deixados para a humanidade, teorias sobre formas de ver o mundo, a sociedade e sobre o modo como...

Read More

Mulheridades I

Muita gente nunca parou para pensar nos pequenos comportamentos que perpetuam maldades seculares, estas responsáveis por minar aos poucos o bem estar feminino, culminando numa cadeia de transtornos e aflições secretas. Não é do dia para a noite, mas existe um adoecimento coletivo, nutrido por padrões e modelos pré-estabelecidos para ‘ser mulher’ e nós acabamos repetindo esse enredo no automático, nos distanciando do que realmente gostaríamos de ser. Por vezes a alienação é tão forte que replicamos isso entre amigas, colegas, familiares e exigimos umas das outras o respeito a determinadas regras de conduta que no fundo só minam nosso tempo, dinheiro e descanso.

Read More

Breve diário de expectativa x realidade

Boa Vista, 16 de outubro de 2020 Temos vergonha de pedir voto. Isso é um fato. Muitos já vieram antes de nós e deixaram um rastro de compra bastante incomodo, nefasto para uma real democracia representativa. Depois de eleitos, não representam ninguém, a não ser seus próprios interesses de ganhar dinheiro com a política. Mas o que fazer para apresentar nossas reais boas intenções nesse cenário antiético? Além de estar com a família, eu vim para Boa Vista capital de Roraima, extremo Norte do Brasil, para trabalhar na campanha da minha irmã mais velha, a professora Cris Brandão. Preciso...

Read More

Poesia cotidiana

Célula Olhem-se nos olhos, vocês aí! Vocês, que mandei na mesma célula familiar Entendam-se e curem suas dores Bebam na mesma fonte do tédio Mas olhem nos olhos uns dos outros e digam a verdade e ela vós libertará É a temporada do coração De sorver o rancor Tirá-lo do emaranhado de células vitais e seguir criando.   Covardia O desejo dela vivia recôndito Passeando entre mente e coração em ciclos agudos e viciantes Ia, vinha, seguia, voltava em trovoadas Tardes amarelas entre um e outro dormir de sol Ou de lua que emanava um convite para não sei...

Read More

#36 Crônica sobre Luigi

Difícil é escrever sobre ele de forma analítica, sem deixar falar apenas o amor de mãe, esse sentimento gigante que nos invade durante os nove meses de gestação e explode no nascimento, bagunçando toda a nossa estrutura. Ontem, no entanto, mais uma vez um amigo da família nos alertou para a responsabilidade de encaminhar o Luigi de modo a explorar suas potencialidades cognitivas. O amigo é professor doutor, pai de três garotos, entende a importância de uma boa educação formal e não formal e nos motivou a buscar sempre a melhor escola possível para nosso menino. Luigi está quase...

Read More


Vanessa Brandão

Jornalista , mestre em Letras.

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES