Autor: Vanessa Brandão

Envelope

Naquele domingo após o alvoroçado almoço em família, no grande casarão do bairro São Francisco, Clóvis retirou-se para o quarto a fim de se arrumar. Estava ansioso e tomaria sorvete mais cedo. Não eram nem três da tarde quando aprumou a bengala de cedro no chão e levantou-se. Pediu ajuda para vestir-se. Avisou Dirce para que chamasse a neta Mirela, pois o sorvete de domingo seria mais cedo e gostaria que somente ela viesse. Não queria o barulho de muitos netinhos, apesar de ser também animador, aqueles dias não estavam sendo fáceis.

Read More

Diário do isolamento

Estamos em quarentena por conta de uma pandemia. Hoje é dia 14 de março de 2020, eu acabo de completar 37 anos e nunca vivi nada parecido. Não é terrível, é morno, pois nada acontece, o tempo parece ter desacelerado. Chegam notícias de mais um caso, mais um caso e mais casos. Dizem que não pega em crianças, o que tem me permitido manter a sanidade mental dentro desse apartamento. Eu, Reinaldo e Luigi revezamos entre conversar, brincar e telas: Youtube e Netflix, já que a TV não é útil para gente, que não entende uma palavra em polonês....

Read More

A menina Batman do avesso – memórias de infância

Em meio à ansiedade trazida por tantas notícias e medos relacionados ao Coronavírus, continuo diariamente fazendo meu curso de escrita criativa, o qual nos demanda diversos exercícios textuais. A crônica que segue é o exercício 2, cuja proposta foi relatar um episódio verídico da infância. Espero que curtam. Eu tinha pouca idade, coisa de sete ou oito anos e já gostava de festa e de dançar. Eis que ouço comentários entre os adultos sobre o halloween, essa festa americana um tanto sem sentido para mim até os dias de hoje. Tia Carmen era professora de inglês da escola Fisk...

Read More

Sobre o bullyng sofrido e praticado na adolescência

Quarta-feira de cinzas foi meu aniversário e uma amiga perguntou preocupada: você está bem? Sim! Respondi. Fiquei preocupada se você estaria no seu inferno astral, disse ela. E eu me toquei o porquê de uma noite quase toda em claro, repassando a vida desde a infância. Eu estava refletindo sobre o que hoje se chama bullyng, algo doloroso sobre o qual não podemos deixar conversar, refletir, fazer transbordar.  

Read More

Foto de bumbum e pequenas paixões tem sua importância

Eu curto quem posta foto mostrando o bumbum na rede social em plena quarta-feira, no horário comercial. É um ato de transgressão, um rasgo no chato conservadorismo, um grito de liberdade. Gosto inclusive quando o bumbum é fora de forma, com celulites e estrias. Gosto de bumbum dentro das grades do padrão publicitário, pela beleza pura e simples, mas gosto mais daquele que andava escondido por estar justamente fora dos padrões inoportunos. Esses corpos que se libertam e que se curtem do jeito que são, passam a ser uma homenagem ao que é comum e normal. Acostumam nossos olhos a outro tipo de beleza.

Read More


Vanessa Brandão

Jornalista , mestre em Letras.

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES